Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

O Filme Depois do Livro

Sara, 29.06.20

Tal como eu, penso que a maioria dos leitores ávidos, preferem ler primeiro o livro e só depois ver a série ou o filme.

 

Já foram várias as vezes que recusei ver um filme pois sabia que o mesmo tinha sido adaptado de um livro e preferia lê-lo em primeiro lugar. Regra geral, acho que as adaptações ficam sempre um pouco (ou muito...) aquém do livro. Faz sempre tanta falta determinado personagem ou situação para se compreender melhor a "verdadeira" história!

 

A pior adaptação que vi de um livro, até hoje, foi "Memórias de Uma Gueixa" de 2005 - adorei o livro e estava entusiasmada para ver como teriam feito a adaptação. Mas foi tão mau! Mudaram personagens, acontecimentos, linha temporal, enfim... Enquanto via o filme, falava com o ecrã e indignava-me "Isto não aconteceu assim!"...

 

Mas também tive boas experiências como com "Tempo entre Costuras" (El tiempo entre costuras, de 2013-2014) onde Adriana Ugarte brilha no papel de Sira Quiroga, "uma jovem modista empurrada pelo destino para um arriscado compromisso. (...) os pespontos e alinhavos do seu ofício convertem-se na fachada para missões obscuras que a enleiam num mundo de glamour e paixões, riqueza e miséria mas também de vitórias e derrotas, de conspirações históricas e políticas, de espias."

Que série tão bem adaptada! Ler o livro ou ver a série, neste caso, é uma experiência quase idêntica! E quantas vezes podemos afirmar isso?

 

Hoje aconteceu-me o contrário.

Vi um filme de 2017, "A Livraria", que encontrei na biblioteca. O tema e a capa chamaram-me logo a atenção e depois reparei que tinha três atores - Emily Mortimer, Bill Nighy e Patricia Clarkson - cujas representações gosto sempre bastante.

Deixo-vos a sinopse do filme:

"No final dos anos 50, Florence Green decide tornar realidade um dos seus maiores sonhos: abandonar Londres e abrir uma pequena livraria numa aldeia da costa britânica. Contudo, para sua grande surpresa, esta decisão vai provocar todo o tipo de reacções entre os habitantes da localidade."

Ora, eu não sabia que era um filme adaptado de um livro e, assim que vi essa informação a passar no ecrã, em vez de o parar, fiquei entusiasmada. Se gostasse do filme, o livro ainda deveria ser mais cativante! Com mais pormenores! Teria de o ler de uma ponta à outra... Já se sentiram assim?

Depois de ver o filme, tenho mesmo de ler o livro!

 

O que preferem fazer em primeiro lugar? Ler o livro ou ver o filme?

 

6 comentários

Comentar post