Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

Dívida de Sangue

Sara, 22.09.11
 

 

 

Autor: Charlaine Harris

Editora: Saída de Emergência

Ano de Edição: 2009

Título Original: Living Dead in Dallas

Tradução: Renato Carreira

ISBN: 978-989-637-137-1

N.º Pág.: 253

 

 

 

 

“Sookie Stackhouse está numa maré de azar: primeiro o seu colega de trabalho é morto e ninguém se parece preocupar; depois, é atacada por uma criatura que a infecta com um veneno doloroso e mortal. Tudo se complica quando Bill nada consegue fazer e pede a ajuda de Eric para lhe salvar a vida. A questão é que agora ela está em dívida para com Eric – um vampiro deslumbrante mas tão belo quanto perigoso. E quando ele lhe pede um favor em troca, ela tem que aceder.

De repente, Sookie está em Dallas a usar os seus poderes telepáticos para encontrar um vampiro. A sua condição é que os humanos não devem ser magoados. Mas a promessa de os vampiros se manterem na ordem é mais fácil de dizer do que cumprir. Basta uma bela rapariga e um pequeno deslize para que tudo comece a correr mal…

Entretanto, também Eric tem os seus próprios segredos…”

 

Li o primeiro desta saga já há algum tempo mas não tinha intenção de continuar a segui-la. Teve alguns momentos que me despertaram interesse mas, no geral, não é o estilo literário que mais admiro – nada contra vampiros!. No final das férias requisitei a série – a primeira temporada –, não tinha visto nenhum episódio e quando vi o dvd fiquei curiosa. Acabei por ver todos os episódios em três dias seguidos, dos quais preferi o último – menos sexo (que série tão gráfica!), mais intriga e suspense…

 

Peguei, então, no segundo livro…

 

A trama inicia-se com a descoberta do corpo, recentemente assassinado, de Lafayette no carro de Andy, detective da polícia local. Sookie decide usar os seus poderes telepáticos para descobrir quem matou Lafayette e, assim, ilibar o detective Andy. No entanto, surgem várias situações críticas que ganham prioridade e que, consequentemente, adiam o seu plano.

Sookie é alvo da sede de vingança por diferentes tipos de seres, situação que permite ao leitor conhecer esta personagem mais a fundo, assim como os vampiros Bill e Eric.

 

Neste livro, a autora explora o conflito entre os humanos e os vampiros, sendo um dos cenários principais de acção uma igreja onde são realizados retiros para os humanos que odeiam vampiros. Quanto a relações, surge, também, a primeira zanga entre Sookie e Bill, originada pelos seus instintos de vampiro e uma ligação muito próxima entre Sookie e Eric, discretamente traçada por este, a qual gera ciúmes em Bill.

 

Neste livro, Charlaine Harris apresenta-nos novas criaturas: duendes e ménades.

 

A escrita neste livro é mais segura e a história bem mais interessante (mais conteúdo, menos sexo). Gostei, particularmente, das novas personagens Luna (metamorfa) e Callisto (ménade).

 

Callisto (Mary-Ann) quando aparece com um porco à frente do carro conduzido por Tara

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.