Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

Às 23h

Livros na Minha Cabeceira

Errar é Divino

Sara, 22.01.11

 

 

Autor: Marie Phillips

Editora: Editorial Presença

Ano de Edição: 2009

Título Original: Gods Behaving Badly

Tradução: Ana Mendes Lopes

ISBN: 978-972-23-4251-3

N.º Pág.: 281

 

 

“Se os deuses são imortais, onde será que vivem e o que será que fazem em pleno século XXI?

A resposta poderá surpreendê-lo. Sim, os deuses do Olimpo estão vivos, mas, como os seus poderes já não são o que eram porque já ninguém os venera, o seu dia-a-dia é muito pouco lisonjeiro. Forçados a coabitar numa casa decrépita em Londres há já vários séculos, vêem-se também obrigados a dedicar-se a ocupações terrivelmente mundanas: Artemisa passeia cães, Dionísio é DJ numa discoteca, Afrodite atende chamadas eróticas e Apolo trabalho como apresentador de televisão. Mas por causa de uma briga entre estes dois últimos, nada vai voltar a ser como dantes. Afrodite pede a Eros que dispare uma das suas setas contra Apolo para se vingar dele… e o caos instala-se. Apolo apaixona-se por uma mera mortal e, quando os dois mundos chocam, as consequências são hilariantes.”

 

Este foi um dos livros que mais me decepcionou em 2010. Antes de o comprar, li o excerto que estava disponível na internet e achei-o muito engraçado, pareceu-me ser um livro com um início original, de leitura simples e a autora dava-lhe ainda um toque de humor que me agradava. Fiquei muito curiosa e mal podia esperar para tê-lo nas mãos!

 

O livro chegou. Parei as minhas leituras para descobrir um grande fiasco. Dá ideia que a autora definiu o início e final do livro e limitou-se a “encher chouriços” no entretanto. Como disse atrás, adorei o início do livro mas logo se transforma numa leitura aborrecida e em busca daquilo que prendeu, inicialmente, a atenção e que despertou curiosidade. As cenas de sexo, no meu entender, foram uma tentativa desastrosa de prender o leitor e caiem mesmo na “badalhoquice”.

 

Ainda pensei… se calhar com a expectativa criada acabei por ser exigente quando era suposto ser apenas uma leitura leve e despreocupada. Emprestei-o então a duas pessoas bastante diferentes. O primeiro não passou do 2º capítulo, o segundo leu-o e achou-o fraco com excepção à ideia base do livro e ao início e fim do livro… tal como eu.

 

Um livro que ficou muito aquém das minhas expectativas e antes tivesse perdido o meu tempo e dinheiro em outras leituras.

 

Nota:1/10

 

 

3 comentários

Comentar post